Foto: Wolfgang Pannek

“cARTAUDgrafia”, uma espécie de mapeamento cênico da vida e obra do poeta, dramaturgo e ator francês Antonin Artaud (1896-1948), está em cartaz até o dia 13/12 no Espaço Viga, em São Paulo.

O projeto da Taanteatro usa dança, teatro, música, vídeo e poesia em uma trilogia montada a partir da vida e da obra de Artaud, artista que “nos acompanha ao longo dos últimos 20 anos”, segundo Wolfgang Pannek, diretor da companhia.

Após duas décadas, Artaud é retomado por uma nova ótica. “Ele tem muito a dizer sobre as inquietações filosóficas do momento”, afirma Pannek.

Para o diretor, o desencanto com a civilização ocidental e a busca de uma conexão existencial e artística com a natureza fazem de Artaud um ecologista “avant la lettre” –antes de o termo existir ou, pelo menos, ter a força que tem hoje.

Há também a crítica ao colonialismo (marcante na segunda parte da trilogia, “Viagem ao México”) e toda a ideia de descondicionamento formal e a radicalidade em desafiar as linguagens estabelecidas.

O Teatro da Crueldade de Artaud é reelaborada na Taanteatro, que desenvolveu seus próprios processos criativos: o teatro das tensões, a mandala de energia corporal e os ritos de passagens são métodos criados por Maura Baiocchi, diretora e coreógrafa da Taanteatro.

Os processos são usados para desenvolver cenas coletivas e solos que colocam o rito da vida de Artaud dentro do rito da dança-teatro. Os textos de Artaud foram traduzidos por Pannek –e muitos, eram inéditos no Brasil, segundo o diretor.

Pannek diz que um dos desejos da companhia é que o espectador assista às três obras na sequência.

Elas são apresentadas de sexta a domingo: na sexta, a cARTAUDgrafia 1, “Uma Correspondência”, a partir da troca de cartas entre Artaud e o escritor e crítico Jacques Rivière; no sábado, é a vez da “Viagem ao México” do artista; e no domingo, o “Retorno do Momo” à Paris depois de passar por instituições psiquiátricas.

“Quem consegue assistir a trilogia completa faz uma pequena viagem que é também um pequeno rito. É estimulante, porque Artaud é muito atraente. E também um pouco perigoso.”

cARTAUDgrafias

QUANDO sex. e sáb., às 21h, dom., às 20h. até 13/12

ONDE Viga Espaço Cênico, r. Capote Valente, 1.323, tel. (11) 3801-1843

QUANTO R$ 20

CLASSIFICAÇÃO 12 anos

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.